terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Niterói, RJ

MAC abre cobertura à visitação pública

Publicado em 13/12/2017 - 10:29

Foto: Alexandre Durão/G1

No mês em que Oscar Niemeyer, arquiteto e ícone da arte moderna brasileira completaria 110 anos, se estivesse vivo, o Museu de Arte Contemporânea (MAC), em Niterói, na Região Metropolitana do Rio, lançou uma visitação diferente. Desde o dia 10 de dezembro, os visitantes podem contemplar a vista da Baia de Guanabara de um ângulo jamais visto publicamente: da cobertura do museu.

Essa é a primeira vez em 21 anos de existência do MAC que o teto do museu será ocupado e visitado. A exposição “De onde não se vê quando não se está”, do artista e arquiteto Pedro Varella, busca oferecer ao público a chance de presenciar o local perdendo de vista a imagem do prédio, que é cartão-postal de Niterói.

A visitante Aline dos Santos, de 31 anos, não escondeu a felicidade em visitar o terraço do museu. “É lindo demais! Vale cada minuto. É uma vista linda e de um ângulo que jamais pensei ver um dia”, disse.

Com muitas coleções de projetos, desenhos, pinturas, esculturas e mobiliário assinadospelo arquiteto, a cidade de Niterói sustenta hoje o título de segunda cidade brasileira com maior número de trabalhos de Niemeyer, atrás apenas de Brasília. O MAC se tornou o principal cartão postal da cidade. Oscar Niemeyer morreu aos 104 anos, em 2012.

Serviço:

“De onde não se vê quando se está”, instalação do artista Pedro Varella

Visitação: até 23 de dezembro de 2017

Local: Museu de Arte Contemporânea de Niterói (MAC Niterói)

Endereço: Mirante da Boa Viagem, s/n, Boa Viagem, Niterói-RJ

Ingresso: R$ 10

Distribuição de senhas a quem tiver adquirido ingresso para entrar no museu.

Horário de visitação: das 10h às 18h (distribuição de senhas para acesso à instalação ocorrerá em quatro horários: 9h30, 11h30, 13h30 e 15h30).

As pessoas com idade entre 12 e 18 anos só poderão acessar a instalação acompanhados por responsáveis.

O acesso à instalação será realizado em grupos de 15 pessoas para visitas de 15 minutos de duração.

Ingressos para os espaços expositivos que permite a subida à cobertura com visitação à instalação “De onde não se vê quando se está”: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia).

– Na quarta-feira, a entrada é gratuita para todos.

Veja também

Deixe o seu comentário

PUBLICIDADE