sábado, 21 de outubro de 2017

Niterói, RJ

Professores da UERJ decidem manter greve contra atraso de salários

Publicado em 05/10/2017 - 15:08

Foto: Fabiano Rocha, O Globo

0 - greve-uerj

Os professores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) decidiram manter a greve. A medida foi tomada pela maioria dos docentes que compareceram à assembleia realizada na Capela Ecumênica da instituição, na noite desta quarta-feira. De acordo com a Associação dos Docentes da Uerj (Asduerj), mais de 480 professores participaram do ato. A greve foi iniciada nesta terça-feira.

Segundo a Asduerj, os professores pleiteiam, entre outras medidas, o pagamento dos salários de agosto, que, eles afirmam, ainda não foram efetuados. Além disso, os docentes defendem a “isonomia com as outras categorias de servidores públicos do Estado, no que diz respeito ao calendário de pagamento”.

Curta NITERÓI URGENTE no Facebook. Siga-nos no Twitter

Não apenas os professores da Uerj decidiram pela paralisação, os servidores técnico-administrativos também estão em greve. A universidade sofre atualmente com as faltas de repasse e a impossibilidade de realizar pagamentos a professores, funcionários e bolsistas.

Nesta terça-feira, a greve dos professores da Uerj teve adesão parcial. A paralisação foi reiniciada após um breve período de interrupção.

(Extra)

Veja também

Deixe o seu comentário

PUBLICIDADE