sábado, 27 de maio de 2017

Niterói, RJ

Mídia mundial dá destaque à farsa de nadadores norte-americanos

Publicado em 18/08/2016 - 23:47

0 - midia-nadadores

Jornais e portais dos Estados Unidos e de outros países deram destaque nesta quinta-feira à conclusão da Polícia Civil do Rio de Janeiro de que os nadadores olímpicos Ryan Lochte, James Feigen, Gunnar Bentz e Jack Conger mentiram ao afirmar que foram assaltados à mão armada na Barra da Tijuca, na madrugada do último domingo. Durante depoimento, hoje, confessaram que mentiram.

Segundo a polícia, eles criaram a história do falso assalto para encobrir uma briga em um posto de gasolina, na Barra, antes de voltar à Vila dos Atletas pela manhã. Funcionários do posto disseram que eles estavam bêbados, e danificaram alguns objetos e uma porta no local.

Um vídeo mostra que os nadadores norte-americanos foram abordados por seguranças armados, para que aguardassem uma viatura da Polícia Militar, que não chegou ao local.

Siga-nos no Facebook e no Twitter

A imprensa norte-americana repercutiu o caso com grande destaque. O portal da rede de TV CNN diz que “Nadadores dos EUA vandalizaram posto de gasolina no Rio e entraram em luta”. Na mesma linha, o The New York Times desta quinta afirmou que “Ryan Lochte mentiu sobre assalto à mão armada”.

O portal do jornal The Washington Post lembra que a investigação segue no Brasil com depoimentos de três nadadores, já que Ryan Lochte retornou aos Estados Unidos na segunda-feira, dia seguinte ao incidente. “História dos nadadores americanos assaltados no Rio começa a ser desvendada”, diz a manchete.

A rede de TV NBC destaca: “Nadadores norte-americanos não foram roubados. Inventaram história”. O diário econômico The Wall Street Journal enfatiza: “Nadadores norte-americanos maquiaram história de roubo”.

”O americano feio”, diz o portal The Huffington Post sobre Ryan Lochte.

(Com em.com)

Veja também

Deixe o seu comentário

PUBLICIDADE