quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Niterói, RJ

Apreensão de fuzis estrangeiros no RJ aumenta 169%

Publicado em 16/11/2017 - 15:58

Segundo secretário de Segurança, 85% dos fuzis que chegam às mãos do crime no RJ são estrangeiros.

O número de fuzis estrangeiros apreendidos no Rio teve um crescimento de 169% nos últimos oito anos. Segundo um estudo recente do Instituto de Segurança Pública, de janeiro a setembro de 2009, foram 146 fuzis apreendidos, contra 393 no mesmo período de 2017, um aumento de 169%. “Em 2009, os fuzis estrangeiros eram 41,4%. Em 2017, de janeiro a setembro, esse número é de 85,8%”, explicou o secretário de Segurança Pública do Rio, Roberto Sá, em entrevista ao G1.

Há pouco mais de um ano à frente da Secretaria de Segurança, Sá tem repetido que “Não têm sido o suficiente”, referindo-se à quantidade de armas de guerra que ainda permanecem nas mãos de criminosos apesar do aumento das apreensões. Para o secretário, apreender e impedir que fuzis cheguem às mãos de criminosos é prioridade.

Porém, mesmo com o recente recorde de apreensões, Sá ressalta que a quantidade de fuzis vindos de fora do Brasil chegou a mais de 85%, quase o dobro de 2009. Os dados dos anos de 2010 a 2017 não foram divulgados pelo secretário.

“A polícia do Estado está fazendo o que pode, mesmo com toda a escassez de recurso, no meio dessa crise econômica. A polícia está tirando (fuzis) de circulação, com o risco da própria vida, mas não tem sido o suficiente”, ressalta ele, dizendo que constantemente se sente ‘enxugando gelo’.

(G1)

Veja também

Deixe o seu comentário

PUBLICIDADE