sábado, 21 de outubro de 2017

Niterói, RJ

Jermain Taylor, ex-campeão boxe, é preso acusado de morder a mulher

Publicado em 18/07/2017 - 21:20

0 - Jermain-Taylor

Estados Unidos – O ex-campeão mundial do peso médio Jermain Taylor foi preso nesta terça-feira na cidade de Maumelle, no estado de Arkansas, acusado de agressão doméstica. A informação foi veiculada por uma afiliada da rede de TV ‘FOX’ nos Estados Unidos.

Curta nossa Página no Facebook. Siga-nos no Twitter

De acordo com o canal, vizinhos do pugilista acionaram a polícia por volta das 3h da manhã. O Departamento de Polícia de Maumelle registrou então uma queixa de ‘distúrbio doméstico’.

Na chegada, as autoridades conversaram com Taylor e com uma mulher identificada como Ashley White, que disse ter sido agredida pelo boxeador durante uma discussão. Segundo ela, o ex-atleta ainda tentou danificar seu celular para impossibilitar uma ligação para a polícia.

White, que foi atacada a mordidas, conseguiu escapar de Taylor e tentou correr para fora da casa. Ao ser cercada pelo pugilista, ela jogou spray de pimenta contra o rosto de seu agressor e fugiu.

Jermain Taylor foi detido e em seguida liberado. Ele deve responder a acusações de agressão e ameaça, além de já ter uma queixa de falsa comunicação de emergência.

Jermain Taylor tem 38 anos e não luta desde 2014. Ele foi campeão mundial do peso médio e conseguiu unificar os títulos da Associação Mundial de Boxe (WBA), do Conselho Mundial de Boxe (WBC), da Federação Internacional de Boxe (IBF) e da Organização Mundial de Boxe (WBO) em 2005, quando derrotou o norte-americano Bernard Hopkins.

Veja também

Deixe o seu comentário

  • M.A. Santos Williams

    Onde na mulher eh que ele mordeu? E em que circunstancias? E aonde na casa?
    Foi na cama ou na cozinha? Essa estoria ainda nao acabou. Disso tenho a
    certeza.

PUBLICIDADE