quinta-feira, 30 de março de 2017

Niterói, RJ

Cubanos veneram cinzas de Fidel Castro, que morreu aos 90 anos

Publicado em 28/11/2016 - 19:13

fidel-castro-atravessa-rio

A partir desta segunda-feira, os cubanos prestam as últimas homenagens a Fidel Castro, que morreu no último sábado, aos 90 anos.

As cinzas de Fidel vão ficar no memorial José Martí, em Havana, até terça-feira e depois vão percorrer o país até Santiago de Cuba, berço da Revolução Cubana.

HOMENAGENS

Terça-feira, líderes estrangeiros devem prestar homenagens ao líder que dedicou a vida a lutar contra a opressão capitalista e colonial, alinhou seu país à extinta União Soviética e atormentou onze presidentes norte-americanos.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, não participará do funeral de Fidel Castro, disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov.

A Coreia do Norte decretou três dias de luto oficial pela morte de Fidel Castro.

O Partido dos Trabalhadores, a Assembleia Popular Suprema (Parlamento) e o governo declararam os três dias de luto entre hoje e quarta-feira, informou o jornal estatal ‘Rodong’.

MARIO VARGAS LLOSA

O escritor peruano Mario Vargas Llosa afirmou neste domingo que o regime cubano terá muita dificuldade de sobreviver após a morte de Fidel.

“É como a morte de (o líder soviético) Stalin, de todos os grandes ditadores. É muito difícil que, com o tempo, o regime sobreviva ao desaparecimento do ditador”, disse ele, em entrevista coletiva ao ser perguntado sobre a figura e o impacto de Fidel na história e em Cuba.

“Não tem ninguém que possa substituir Fidel como o mito, a lenda ou o herói em que se transformou”, argumentou.

COMEMORAÇÃO

fidel-festadoseua

Cubanos comemoram a morte do ex-presidente Fidel Castro no bairro Little Havana em Miami, nos EUA. Foto: Rhona Wise

Com informações do G1

Veja também

Deixe o seu comentário

PUBLICIDADE