quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Niterói, RJ

Ronaldo Fenômeno assina convênio para ensinar chineses a jogar futebol

Publicado em 16/01/2017 - 15:05

0 - ronaldo

Ronaldo Fenômeno foi escolhido pelo governo da China para ajudar o país a se transformar em uma potência do futebol até 2050. A Ronaldo Academy, a escola do jogador, assinou um convênio com as secretarias de educação de seis províncias chinesas para ensinar futebol como um complemento curricular das aulas de educação física.

Em pouco mais de um ano, já são 33 unidades espalhadas por localidades como Hebei, Sichuan e Henan. Deste total, 30 estão dentro das escolas chinesas. O número é maior até que as unidades no Brasil – hoje são 31. Ronaldo é pioneiro nesse formato, o de ensinar futebol dentro das escolas. Seu “concorrente” mais forte é o português Luís Figo, que tem 15 unidades no formato tradicional. Na China, as mensalidades giram em torno de US$ 100 (R$ 320).

O gigante da Ásia é apenas um marco da expansão mundial do negócio de Ronaldo. Ao todo, são 74 escolas no mundo, criadas no sistema de franquia em parceria com o empresário Carlos Wizard. Nos demais países, ao contrário do que acontece na China, as unidades adotam o formato tradicional com uma estrutura própria, com quadras e campos, para as aulas.

As unidades têm a mesma cara no mundo todo. As quadras são decoradas com banners que retratam momentos importantes da carreira do jogador. Na entrada, frases como “o foco não é ensinar habilidades do futebol para pessoas, mas sim formar cidadãos através do futebol”. Em vários pontos das quadras, a marca R9 e o lema “Be phenomenal”, em inglês. “O objetivo é fazer com que o aluno se sinta ‘em casa’ em todas as unidades’, disse Rafael Bertani, CEO da Ronaldo Academy.

Todos ali preferem o termo “academia” a “escolinha”. Para eles, a academia possui “uma matriz filosófica que desenvolve a maturidade, educação, capacidade objetiva, disciplina, eficiência e foco em resultados”. No Brasil, a abertura de uma franquia custa entre R$ 300 mil e 500 mil. Em troca, o dono da escola recebe a customização das quadras e uniformes e a vantagem de estampar a “marca” Ronaldo. Hoje, a média é de 200 alunos por unidade. Aqui, os preços variam de acordo com a região entre R$ 150 e 200.

(Estadão Conteúdo)

Veja também

Deixe o seu comentário

PUBLICIDADE