sexta-feira, 21 de julho de 2017

Niterói, RJ

Rock in Rio começa nesta sexta-feira e os hotéis ainda têm vagas

Publicado em 17/09/2015 - 13:08

Ocupação da rede hoteleira está abaixo da média de 2013.

Reportagem de Amanda Raiter/ João Laet / Agência O Dia

palco-rir

Nem o bom e velho Rock in Rio escapou da recessão econômica. A menos de 24 horas do começo do festival, a ocupação da rede hoteleira está aquém da expectativa, segundo o Sindicato de Hotéis, Bares e Restaurantes (SindRio). O índice está dez pontos percentuais abaixo da média registrada às vésperas da última edição, há dois anos: 75,6%.

Mesmo com os indicadores inferiores à expectativa, os empresários do setor hoteleiro que resolveram investir em áreas próximas ao festival não se arrependeram de apostar na atração. Diretor do Hostel do Bosque, na Zona Oeste, Getulio França está satisfeito com o movimento: “Estamos praticamente lotados e as ligações não param. Até estrangeiros temos aqui.”

Na Barra da Tijuca, o Hotel Praia Linda também está com boa performance. “Estamos lotados no fim de semana”, ressaltou Rosana Milhoranse, responsável pelo setor de reserva. Os hotéis da Zona Sul também estão cheios de turistas roqueiros. Uma das mais tradicionais redes de hostel, a Che Lagartos lotou a unidade Ipanema. Os hotéis, albergues e hostels econômicos são os mais procurados. A previsão para ocupação do sistema “cama e café” é de 84%, de acordo com a RioTur.

Os paulistas lideram o ranking de hóspedes do Rio, com 15% do público total. Na segunda colocação estão os brasilienses. Segundo a prefeitura, 46% dos ingressos foram vendidos a turistas, sendo 30% estrangeiros.Americanos e argentinos estão entre os estrangeiros que mais fizeram busca por locação de temporada para os dias de show, deixando o Rio entre as 10 cidades mais buscadas no site Trip Advisor nesta época.

De amanhã até domingo, um caminhão vai levar shows surpresa de uma hora com as bandas NXZero, Onze:20 e Strike às ruas do Rio. O roteiro do Rock Truck ainda depende de liberação da prefeitura, mas o caminhão sairá da Avenida Atlântica, em Copacabana, com chegada na Praça Tiradentes, no Centro.

Ônibus é a melhor forma de chegar ao festival na Barra

O BRT será o único transporte público regular para chegar ao Rock in Rio. As linhas convencionais da região terão os itinerários alterados durante o festival. Os ônibus articulados que seguirão para o evento começarão a sair às 10h30 do Terminal Alvorada em direção a uma estação temporária em frente à Cidade do Rock . Na volta, os BRTs sairão do Rock in Rio até duas horas após o último show do Palco Mundo.

No Alvorada, os passageiros receberão uma pulseira que servirá como passagem de volta. Os bilhetes da viagem poderão ser adquiridos antes do evento nas lojas da RioCard ou, nos dias de shows, no subsolo do Terminal Alvorada.

Os ônibus ‘Primeira Classe’ são a outra opção de transporte. Eles sairão de 16 pontos da cidade em horários previamente definidos e o bilhete de ida e volta custa R$ 70. A compra deve ser feita pelo site do festival (http://rockinrio.com/rio/).

Veja também

Deixe o seu comentário

PUBLICIDADE