quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Niterói, RJ

Brasil cai para 6º lugar no ranking global de vendas de veículos

Publicado em 12/04/2015 - 23:10

China se manteve em primeiro lugar, com crescimento de 13,8% das vendas no período.

0 - carro

Com queda de 22,5% nos emplacamentos de automóveis e comerciais leves no primeiro bimestre de 2015, o Brasil caiu em fevereiro de quinto para sexto lugar no ranking dos maiores mercados automotivos do mundo em vendas elaborado pela consultoria especializada Jato Dynamics.

A China se manteve em primeiro lugar, com crescimento de 13,8% das vendas no período, seguida por Estados Unidos, que registrou alta de 9,1% nos emplacamentos. O Japão, por sua vez, ficou na terceira colocação, mesmo com a queda de 16,9% nas vendas no primeiro bimestre deste ano.

Em quarto lugar, ficou a Índia, que apresentou avanço de 4% nas vendas nos dois primeiros meses de 2015. Com alta de 4,7% nos emplacamentos no período, a Alemanha ultrapassou o Brasil e conquistou a quinta colocação. Nas duas últimas posições do ranking, ficaram Grã-Bretanha e Coreia do Sul.

Siga-nos no FACEBOOK e no TWITTER

O levantamento elaborado pela consultoria Jato Dynamics do Brasil contempla as vendas em 30 países dos cinco continentes e inclui apenas as vendas de automóveis e comerciais leves. A exceção é a China, em que são contabilizados apenas os carros de passeio.

Grupos

O grupo Volkswagen inicia o ano na liderança do ranking por acumulado de janeiro a fevereiro 2015, porém se considerada a quantidade de veículos vendidos mensalmente, o grupo Toyota liderou no ranking de fevereiro 2015. O grupo GM Company ficou em 3º lugar seguido pelo grupo Hyundai e Ford.

2014

Em 2014, quando a venda de autos e leves caiu 6,9%, o Brasil se manteve como o quarto maior mercado automotivo do mundo, mas passou a ter sua posição no ranking ameaçada pela Alemanha. Caso as previsões de queda de 10% nas vendas de algumas entidades do setor se confirmem, o País deve perder a posição em 2015.

O presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Luiz Moan, reconheceu nesta semana que a crise pela qual passa o setor automobilístico brasileiro, apesar de “pontual” e “conjuntural”, pode provocar a queda do Brasil para quinto colocado no ranking mundial.

Na produção, o Brasil caiu de sétimo para oitavo maior mercado em 2014, segundo a Organização Internacional de Construtores de Automóveis (Oica). No ano passado, a fabricação total caiu 15,3% fazendo com que o México passasse a liderar na América Latina como o maior fabricante do setor automotivo.

(Correio Braziliense)

Veja também

Deixe o seu comentário

  • Dennis de Sá

    E se o brasileiro tomar vergonha na cara vai cair para o último colocado

PUBLICIDADE