terça-feira, 17 de outubro de 2017

Niterói, RJ

Prefeito Rodrigo Neves apresenta metas para 100 dias de governo

Publicado em 10/01/2017 - 18:15

Ações serão prioridade e nortearão a gestão no primeiro trimestre .

0-metas

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, lançou hoje as metas para os primeiros 100 dias de seu novo mandato. Durante a reunião com todo o secretariado, também foi assinado o pacto de gestão fiscal para a redução de despesas da administração pública. Na ocasião também foram apresentados o resultado fiscal parcial do exercício de 2016 e o andamento da implantação do plano Niterói Resiliente.

“Quando assumimos o primeiro mandato, em 2013, o Plano de 100 dias foi essencial para organizarmos as ações para tirar Niterói daquela crise, com dívidas e contas públicas desorganizadas. Agora este novo plano é igualmente importante porque mesmo que Niterói esteja numa situação muito melhor, com pagamentos em dia, o estado e o país estão mergulhados numa crise sem precedentes. Elaboramos este planejamento para garantir a realização de projetos e serviços importantes para a população mesmo nestes tempos difíceis e com a implantação de medidas de austeridade fiscal”, afirmou o prefeito Rodrigo Neves, destacando que não haverá cortes em nenhum programa social e nem aumento na alíquota de impostos.

O prefeito ressaltou a necessidade do empenho de todo o secretariado em cumprir as metas estabelecidas que nortearão o primeiro trimestre da gestão municipal.

0-metas-2

O vice-prefeito eleito Comte Bittencourt elogiou a metodologia usada no Plano de 100 dias. Cada secretaria, empresa e fundação propôs cinco metas para serem cumpridas até 10 de abril.

“É uma forma moderna e contemporânea de fazer políticas públicas, usando algumas práticas que já estão na cultura da gestão privada e são possíveis de serem implantadas na gestão pública sem prejudicar o objetivo desta, que é o compromisso com a cidade e com o povo. Estou muito satisfeito de participar desta reunião”, afirmou Bittencourt.

Entre as medidas do Plano de 100 dias estão a realização de uma auditoria independente na folha de pagamento da Niterói Prev, implantação do sistema de pregão eletrônico na Prefeitura, intensificação das campanhas de prevenção às doenças causadas pelo Aedes aegypti, inauguração do bicicletário da Praça Arariboia e a realização do plebiscito sobre o armamento da Guarda Municipal.

Redução de gastos – Os secretários e presidentes de empresas municipais se comprometeram a reduzir despesas e a promover melhorias nos gastos públicos e na gestão. Participam do pacto de gestão fiscal as secretarias e órgãos municipais de maior orçamento: Niterói Transporte e Trânsito (NitTrans),  Niterói Empresa de Lazer e Turismo (Neltur), Companhia de Limpeza de Niterói (CLIN), Previdência do Município de Niterói (Niterói Prev), Empresa Municipal de Moradia, Urbanização e Saneamento (Emusa), Fundação de Arte de Niterói (FAN), Fundação Municipal de Saúde (FMS), Fundação Municipal de Educação (FME), e as secretarias de Conservação e Serviços Públicos (Seconser), Administração, Educação e Ordem Pública. A previsão é de economia de R$ 31 milhões por ano.

Entre as medidas que serão implantadas estão a renegociação de contratos com fornecedores e prestadores de serviço da Prefeitura, a redução de custos com viagens e combustível. O objetivo é deixar as contas públicas municipais equilibradas, sem interromper os investimento na cidade ou prejudicar a qualidade do serviço público.

 (Com Assessoria)

Veja também

Deixe o seu comentário

PUBLICIDADE