segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Niterói, RJ

Moradores denunciam desmatamento em vegetação no Bairro de Maceió

Publicado em 03/10/2017 - 15:42

0 - queimada2

Moradores da Estrada Pacheco de Carvalho (antiga Estrada Velha de Itaipu), em Maceió, Niterói, não sabem mais a quem recorrer para frear as sucessivas queimadas e desmatamentos em uma área de vegetação nativa, próxima ao número 1.251. Alegam que fizeram várias denúncias a autoridades que reprimem crimes ambientais e nada mudou. Temem que as dez moradias instaladas no local evoluam rapidamente para uma favela, transformando a localidade em área de risco para os antigos moradores.

A primeira denúncia foi feita ao CISP (Centro Integrado de Segurança Pública) no dia 19 de junho de 2016. O órgão municipal solicitou fotos e prometeu encaminhar o caso para a Guarda Municipal responsável pelo combate a crimes ambientais. Além disso orientou o autor da denúncia a ligar para o 190 (polícia). Esse morador, que não quis se identificar por motivo de segurança, procurou a reportagem do jornal Niterói Urgente, via WhatsApp.

Curta NITERÓI URGENTE no Facebook. Siga-nos no Twitter

“A despeito de seguidas denúncias que vêm sendo feitas desde o ano passado aos órgãos municipais nenhuma providência foi tomada. Percebemos, quando procurados estes órgãos, uma demonstração de desinteresse em agir. O mais preocupante é que daqui a pouco corremos o risco de termos outra favela em nosso município do tipo Preventório ou Caramujo”, disse.

0 - queimada3

De acordo com esse morador, já foram notificados a Secretaria de Meio Ambiente, o GECOPAV (Grupo Executivo para Crescimento Ordenado e Preservação das Áreas Verdes), a Guarda Municipal (via CISP) e o Disque Denúncia, entre outros. Por enquanto nenhuma solução parece ter sido encaminhada.

Na área desmatada. onde estão sendo construídas moradias em estado precário, não existe nenhuma faixa ou placa de movimentos sociais que tradicionalmente apoiam ocupações deste tipo. Por enquanto, também não se pode dizer se a propriedade ocupada é particular, pública, ou área de preservação ambiental.

“Gostaria de acrescentar… que circulei pela Câmara de Vereadores e te digo que não ficarei surpreso se houver incentivo ou interferência de modo a fazer vista grossa por parte de vereadores ou membros do poder municipal constituído”, informou, por fim, o morador que prefere permanecer no anonimato.

Veja também

Deixe o seu comentário

PUBLICIDADE