sábado, 27 de maio de 2017

Niterói, RJ

Axel Grael diz que a prefeitura tem projeto para salvar lagoa da poluição

Publicado em 01/11/2015 - 13:53

Foto: Marcelo Feitosa

0 - lagoa-piratininga

O derramamento incessante de esgoto in natura tem provocado proliferação excessiva de algas na Lagoa de Piratininga, em Niterói, segundo ambientalistas. O vice-prefeito Axel Grael, ao visitar o local, anunciou projeto que prevê a recuperação da lagoa, em 2016.

“É um ciclo natural, a alga vai e volta com o tempo. Ela apareceu devido à condição do estado da lagoa com o despejo de esgoto. A alga é uma planta e as substâncias despejadas funcionaram como um adubo para ela crescer e se proliferar”, diz o biólogo Paulo Bidegain, membro do Subcomitê do Sistema Lagunar Itaipu/Piratininga (Clip).

Entre as soluções que estão sendo estudadas está a ampliação da rede de coleta e tratamento de esgotos da região, a implantação de cinturão de tempo seco e o aumento de oxigênio dissolvido no sedimento e coluna.

Siga-nos no Facebook e no Twitter

O carpinteiro Alex Moreno, morador nas proximidades, aponta outro problema: “Há muito lixo em volta dela, alguns moradores ajudam e nos juntamos para limpar, cortar a grama, e outros serviços para conservação. Mas é preciso mais atenção para a limpeza das águas e do seu entorno”.

Os moradores relatam que praticamente não há mais peixes na Lagoa, o que acabou afastando os pescadores do lugar.

Com relação ao lixo espalhado ao redor da Lagoa, a Prefeitura de Niterói, através da Companhia de Limpeza de Niterói, declarou que os serviços de coleta domiciliar, roçadeira, capina e catação estão sendo realizados no entorno do local regularmente, obedecendo a um cronograma operacional.

Em nota, o Inea informou que na primeira fase de obras, foi realizado o desassoreamento de aproximadamente 37 mil metros cúbicos de sedimentos da Lagoa de Piratininga para facilitar o escoamento das águas. O órgão ainda informou que uma segunda etapa de obras está em fase de estudo e conclusão, após aprovado o instituto buscará recursos para a execução.

Veja também

Deixe o seu comentário

PUBLICIDADE