terça-feira, 17 de outubro de 2017

Niterói, RJ

Pastor morre baleado durante culto em Itaboraí

Publicado em 27/03/2017 - 17:31

Cunhado é o principal suspeito

0 - pastor

O pastor Custódio Gonçalves, de 57 anos, foi morto a tiros quando dirigia um culto por volta das 20:30, no último domingo (26),  dentro da igreja Assembleia de Deus Ministério Apascentando Ovelhas, em Itaboraí. Além de Pastor, ele também trabalhava como guarda municipal.

Curta nossa Página no Facebook. Siga-nos no Twitter

O principal suspeito pela morte de Custódio, segundo a policia, é o cunhado da vítima. “No dia 22 de março, o cunhado da vítima fez um registro de ocorrência contra o pastor afirmando que seu filho de 2 anos teria sido abusado sexualmente pelo pastor. Nós acreditamos que a morte esteja envolvida com essa ocorrência”, disse o delegado Fábio Barucke, titular da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSI).

O cunhado nega que tenha mandado alguém matar pastor. A delegacia reúne provas para chegar a autoria do crime. De acordo com Barucke, o suspeito deixou a cadeia a pouco tempo. Ele é acusado de matar a ex-mulher, mãe do menino que teria sido abusado. Mas ganhou a liberdade por falta de provas. O pastor é casado com a sua irmã e ambos cuidaram da criança no tempo em que ele ficou preso.

(Com informação de ODia)

Veja também

Deixe o seu comentário

PUBLICIDADE